ALMAS ESPECIAIS

Cadastre-se e receba novidades por email

Ocorreu um erro neste gadget

DIVULGUEM - Associação Mineira de Hipertensão Pulmonar

24 março 2014

Para amar ou apaixonar-se é preciso CORAGEM!

By Clecilene Carvalho

imagem google

Quero ficar sem ar... Quero mergulhar no desconhecido,
Quero perder o juízo... Quero desarmar meu medo,
Quero mergulhar no mar vermelho... Quero amar.

Vou pular de cabeça... Vou correr em sua direção,
Vou cantar desafinada... Vou viver sem receio,
Vou chorar de tanto rir... Vou viver.

Andarei sem armas... Voarei sem asas...
Se durar seis meses, um ano... Agradecerei...
Porque se for paixão, terei me apaixonado e se for amor...

Amarei... Simplesmente amarei.

18 março 2014

As quatro estações

By Clecilene Carvalho
imagem google
Meu coração já não sente frio...
O rio me percorre... Águas de amar...
Meu corpo fica aquecido... Amo.

O inverno acontece lá fora...
Dentro de mim é primavera...
As flores perfumam meus dias.

Tenho dias de outono...  Dispo-me;
Jogo fora tudo que machuca...
Curo meu mundo interior.

Sou riso, flores, desejos... Alegria;
Meu mundo é arco íris... Sou humana...
Passo pelas quatro estações.

17 março 2014

Mascaras!

By Clecilene Carvalho
IMAGEM GOOGLE

O nariz vermelho
A cara pintada
A roupa riscada
De cor avivada;

O sorriso intenso
A brincadeira inocente
Que faz rir a criança
E também toda a gente;

A torta na cara
A flor que exala água
O coelho tirado da cartola
A graça de antes, já não é a de agora;

O homem pintado de rosto 
assustado
Lembra de um tempo passado...
Em que todos ficavam animados
Quando uma anedota contava;

Mas rir agora nem com a torta jogada na cara
Fecharam a porta da alegria... 
Todos parecem querer ficar escondidos
Dentro da sua própria cara pintada.

16 março 2014

Amanhã... Quem sabe... Surge um arco -iris!

By Clecilene Carvalho
Imagem google
A minha alma está escura... Nuvens negras ao redor;
A tempestade se aproxima... O redemoinho se forma;
Nada mais esta no lugar... Meus sentimentos já não são meus.

Onde posso encontrar um abrigo? Não há onde se esconder;
O sol se escondeu... O dia virou noite à tempestade se aproxima;
Chove dentro de mim... Relâmpagos e trovões tomaram conta.

No meu peito bate um coração que grita quase em silencio;
Só queria encontrar outro ser com a mesma vontade de viver;
Não há mais tempo... Não haverá um arco-íris hoje.


15 março 2014

Vento!

By Clecilene Carvalho
imagem google
A vida e um sopro... Passa feito vento;
E o alento de um coração cheio de esperança
É ao menos poder voar ao lado do tempo.

Tem dias que a alegria canta e saudade espanta;
Há vezes que a lembrança vem e rola pelos olhos;
Bendito, maldito tempo que cura, mas deixa cicatrizes.

Haverá momentos em que as fotos guardadas
Serão das gavetas tiradas e arremessadas
Aguçando a lembrança e maltratando o coração.

Queria eu não lembrar o passado...
Quem anda olhando para traz tropeça...
Quando se da conta não há como levantar.

14 março 2014

Cantiga de roda!

By Clecilene Carvalho

Imagem google
Olho o mundo com olhar
De criança que dança na chuva,
Que pula na lama e se suja, sem
Pensar na mancha da roupa.
Corro para o abraço e fujo
Do laço com medo da prisão,
Fico feliz com a vida e faço cantiga;
Brinco de circo e sou bailarina sem ilusão.
Sou fada, menina... Sou mulher,
Descubro o mundo voando em um balão;
Olho no espelho e conto piadas... Sorrio,
E assim mergulho do rio da vida.

Não invejo a multidão andante,
Sou filha errante da imaginação,
Não me perco nas nuvens escuras,
Acendo a luz e vejo a imensidão.

10 março 2014

Desejos... Utopias!

By Clecilene Carvalho
Imagem google
Perdição da minha vida;
O que posso dizer... Sou mistério... Somos.
Não tente entender.
Quero teu coração...
Sem medo, sem fardo, sem dor.
Quando assim for... Te aceito.
Maldita ilusão do pensamento,
Que cega minha visão,
Tenho ego... Tenho convicção.
Pobre borboleta de alma,
Jamais chegaras a ser fênix,
Pois não sabes o que é ser livre na alma.
Abra tuas asas e permita-se a liberdade;
Não peça o que não está disposta a oferecer.

09 março 2014

Solidão ou saudade?

By Clecilene Carvalho
imagem google

Saudade é a falta do amado...
Do beijo, do abraço, do toque...
É querer juntar os corações.

Solidão é ausência sem volta...
É o fechar para sempre da porta...
É dor que não cura...

Quando o amor é correspondido...
A saudade é a faísca que acende...
Acende as labaredas do encontro.

Temos saudades do que é bom...
Do que amamos, do que foi bom...
Solidão é falta de boas lembranças.

Mas bom mesmo e saciar a saudade...
Saber que depois tem mais saudade...
E ai saciar outra vez...

Mas não posso mentir... As duas doem!
A solidão é dor da alma...
A saudade é dor do coração.


05 março 2014

O poder do amor!

By Clecilene Carvalho
imagem google

Como se fosse por magia, você apareceu;
Agora não há volta... As luzes em mim acenderam.
Ouça o pulsar e o gritar do meu coração.

Vamos aproveitar cada cor que o amor oferece...
  Ouça a musica...Que vem da minha pele...
Fomos feitos para vivermos uma eternidade juntos.

Uma voz dentro de mim dizia o quanto era impossível;
Mas cada passo meu era em sua direção...
Se for preciso corro para estar ao teu lado.

Sei que sempre haverá pedras no caminho,
Mas moverei cada uma delas... Não importa o tamanho.
Não vencerei sempre... Mas não temerei as batalhas.

03 março 2014

Essência de fênix...

By Clecilene Carvalho
imagem Google
Meu logos grita dizendo que nunca
Teremos uma chance juntos.
Meu Eros suplica para que não desista.

Você levou quase tudo que havia...
Rasgou minha esperança feito papel.
Arrancou minhas raízes... As mais profundas.

As vidraças estão quebradas... Mas mesmo assim...
Crio asas... Levanto... Ando... Voo... Sabe por quê?
Porque você jamais destruirá minha essência de fênix. 
imagem google

02 março 2014

Canção de amor!

By Clecilene Carvalho
imagem Google
As lembranças viajam por minhas veias;
Sinto seu toque em cada fragmento meu;
As lembranças maltratam... A saudade dói.

Quando nos beijamos pela primeira vez...
As estrelas nos rodearam, cantaram para nós;
Foi tão magico o que senti... Sentimos.

Lembro-me do nosso sorriso... Cantamos em silencio;
Seu abraço me protegeu do mundo...
Senti a leveza do ar ao flutuarmos.

Meu coração dançou a mais bela canção de amor;
Pensou ter encontrado um abrigo... Uma casa;
Naquele instante acreditei que seriamos um.

Mesmo que toda a eternidade durasse aquele dia...
Minha alma agradeceria a beleza de sentir o amor...
As cores daquele dia já não existem, mas, ainda tento ficar de pé.

VOLTE SEMPRE

Leve-me com vc - Presente da Majoli

Loading...