ALMAS ESPECIAIS

Cadastre-se e receba novidades por email

Ocorreu um erro neste gadget

DIVULGUEM - Associação Mineira de Hipertensão Pulmonar

02 maio 2011

SILÊNCIO - Clecilene Carvalho

Imagem google
Meus pensamentos não conseguem
Transformar meus sentimentos em
Palavras, capazes de transcender-se
Em símbolos e comunicar-se.

Estou vazia, despida de inspiração
Olho a tela em branco e tento
Em vão dizer o que se esconde
Até mesmo de mim.

Fiquei sem ar, sufoca no
Meu silencio, quero gritar,
Mas as palavras em minha
Boca não exala nenhum som.

A criatividade se foi
Não quer saber de mim,
Sinto a alma vazia e doendo
Feito amor não correspondido.

6 comentários:

  1. Olá menina
    Quem escreveu esse belo poema, com certeza está em plena inspiração.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Palavras para quê o silêncio deste poema é de ouro...

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Minha querida

    A inspiração continua aí, como sempre e adorei o poema...tinha saudade de te ler.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  4. Clecilene: lindo Poema silencio palavra que eu adoro é mesmo no silêncio que eu escrevo as minhas charadas como eu lhe chamo.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  5. Lindas palavras o amor faz magia dentro da gente, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  6. Colocou em palavras o mesmo que estou sentindo amiga. Tudo passa, é só uma fase vai ver! Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir

Deixe aqui suas Falas da alma. Obrigada e volte sempre.

VOLTE SEMPRE

Leve-me com vc - Presente da Majoli

Loading...