ALMAS ESPECIAIS

Cadastre-se e receba novidades por email

Ocorreu um erro neste gadget

DIVULGUEM - Associação Mineira de Hipertensão Pulmonar

25 abril 2011

UTOPIAS



Comecei a rimar sem parar, mas
Com tanto entusiasmo que deu
Vontade de cantar, então me lembrei
Das cantigas de roda e comecei a dançar.

Foi então que percebi que não havia
Tristeza ali e comecei a sorrir,
Ao meu redor todo mundo agradecia
Tudo o que tinham e comemoravam a vida.

Na TV só noticias boas que diziam...
Faz anos que nenhum crime é cometido
E a fome é coisa do passado,
Nem lembro haver existido.

Crianças na escola estudando, jogando
Bola, cantando, aprendendo e ensinando;
A violência contra a criança ninguém
Houve falar, realmente há o que comemorar.

Dormindo, voava em um imenso balão;
Vivia em um mundo azul sem poluição,
Quando acordei vi que era imaginação,
Fiquei triste com a ilusão.

Era sonho então...




3 comentários:

  1. Vale sempre plantar sonhos, regar utopias. Disse bem Mario Quintana: Se as coisas são inatingíveis... ora! não é motivo para não quere- las... Que tristes os caminhos, se não fora a magica presença das estrelas! Abraço/ney.

    ResponderExcluir
  2. Clecilene: Todos nós temos as nossas ilusões e os nossos sonhos, podem ser uma triste ilusão ou não, os sonhos podem pornar-se reais mas temos que fazer por isso.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  3. Se era sonho? Talvez! Sonhar é preciso e necessário, pois ele é o combustivel da esperança, esperança de um mundo melhor!
    Sabemos que não dá para mudar o inicio, mas se quisermos e agirmos, sei que dá para mudar o final!
    abraços

    ResponderExcluir

Deixe aqui suas Falas da alma. Obrigada e volte sempre.

VOLTE SEMPRE

Leve-me com vc - Presente da Majoli

Loading...