ALMAS ESPECIAIS

Cadastre-se e receba novidades por email

Ocorreu um erro neste gadget

DIVULGUEM - Associação Mineira de Hipertensão Pulmonar

11 março 2010

GRILHÕES

Por Clecilene Carvalho imagem google

Vou arrancar de mim às amarras,
Jogar para fora o que dói a alma,
Vou sorrir para as amarguras,
Direi adeus, mas sem culpa.

Não mais sentirei saudades suas.

Tolo coração não me engane,
Também sei que o que enraíza
Não acaba assim....
Peço-te, não faça pouco de mim.

Acordo e realidade me chama... Grita,
Tento ouvir e dar ouvidos,
Quero a cura para o amor...
Mas só o do não correspondido.

15 comentários:

  1. Desculpem a ausência, mas logo que der visitarei todos os amigos!

    ResponderExcluir
  2. Minha querida, também eu ando meio ausente nos blogs de meus amigos.
    Voltei a trabalhar esta semana, depois de 10 meses afastada devido a cirurgia que fiz, então meu tempo está curto por demais.
    Mas hoje vim aqui te ler, e amei sua poesia, amei o título.
    Te ler é sentir, é viver suas palavras.
    Adoro vir aqui e gosto muito de você.
    Beijos com carinho no ♥

    ResponderExcluir
  3. Minha querida
    Lindo poema...adorei.
    É bom soltar as amarras.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  4. querida.. ando meia ausente porque vc mudou o nome do blog e eu acabo me esquecendo de vc.. todo dia olho no painel as atualizações e ainda não me acostumei com o nome.. perdão.. lindo poema..amei..beijão

    ResponderExcluir
  5. Minha querida, vim desejar um bom final de semana pra você.
    Saudades.
    Beijos com muito carinho no ♥, dessa sua amiga que te gosta muito.

    ResponderExcluir
  6. Olá amiga!!

    Não mais sentirei saudades suas.
    Dor de amor sempre dói amiga.E como dói.

    BOM FDS e beijos meus!

    ResponderExcluir
  7. Ola amiga! Passando para te desejar um ótimo final de semana e dizer que amei o poema, muito profundo.

    Beijos e fiques com DEIS.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  8. Você não imagina como esse poema diz tudo o que eu sinto, principalmente neste exato momento.
    Como eu queria poder me livrar das amarras!
    Beijos!!!
    Gi.

    ResponderExcluir
  9. Tiramos umas correntes, logo aparecem outras. bom domingo

    ResponderExcluir
  10. Liberte os grilhões através de sua poesia e ajude tantos outros a fazer o mesmo!
    Adorei, parabéns pela inspiração e boa semana!

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde.
    O amor não correspondido precisa até de uma boa vacina.
    Vai dor assim, lá... no outro mundo.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Minha amiga, tá tudo bem contigo?
    Estou com saudades e um cadinho preocupada, tomara que seja só a correria de vida que está te afastando daqui desse lugarzinho que tanto gosto.

    Beijos com carinho, volte logo, se possível, mas se demorar estarei te esperando.

    Se cuide, fique com Deus.

    ResponderExcluir
  13. saudade de vc.. cd vc ? apareça para me dizer um oi.. está tudo bem ? me de noticias.. fique com Deus.. beijão

    ResponderExcluir
  14. Olá! estava com saudades minha flor! Lindo poema. entrar na realidade e ver as coisas como são e não como queremos ver tem suas vantagens. A fantasia só entrará quando quisermos.Amor e pé no chão, sonhos idealizados são a motivação para os realizarmos.Tudo é bom,tudo tem uma razão de ser e a realidade é nos amarmos para vê-la com olhos de amor. Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  15. Oi, Clecilene... não sabia que tinhas trocado o nome do blog! Mas isso é o de menos: o conteúdo continua o mesmo: maravilhoso e sensível.

    beijos, querida.
    tais luso

    ResponderExcluir

Deixe aqui suas Falas da alma. Obrigada e volte sempre.

VOLTE SEMPRE

Leve-me com vc - Presente da Majoli

Loading...