ALMAS ESPECIAIS

Cadastre-se e receba novidades por email

Ocorreu um erro neste gadget

DIVULGUEM - Associação Mineira de Hipertensão Pulmonar

26 fevereiro 2010

QUEDA DE BRAÇOS

Clecilene Carvalho
imagem google
Passamos a vida procurando nos realizar,
Trabalhamos, lutamos, sonhamos,
Perdemos-nos e encontramo-nos,
Tem aqueles que nunca se encontram.

Alguns brigam por tudo e outros por nada,
Alguns nunca dão o braço a torcer,
Outros vivem em queda de braço,
Há, também, os que dão o braço.

Uns estendem as mão e outros as escondem,
Tem os que dão o que tem e outros
Que não sabem dividir nem consigo mesmo,
E deixam no armário tudo o que poderia lhe ser bom.

Há quem diga que mudar de idéia é fraqueza,
E passam a vida arrependendo-se por não
Ter mudado o conceito e aproveitado como gostaria,
Estes vivem presos em seus armários internos.

Tem os sem razão que ganham no grito,
Tem os com razão que não perdem, apenas
Preferem, às vezes, manter a paz, mas
Mesmo assim são vistos como perturbadores.

Uns falam muito e nada dizem,
Outros que ao silenciarem dizem tudo,
Tem gente que lê sem símbolos,
Tem gente que não entende nem quando tem.

Uns vieram de passagem e outros
Simplesmente nem sabem a que veio,
Alguns para serem diferentes e para fazer diferença,
Tem a gente boa de verdade e os que fazem tudo para serem.

Tem gente que nem parece gente e bicho que sem ser parece.

13 comentários:

  1. As pessoas estão impacientes, não gostam de ouvir. A voz não consegue ser mansa, o grito é a palavra de ordem.
    Para alguns desrespeitar o direito do outro é quase um êxtase.
    A palavra união esta ameaçada de extinção, o amor, o respeito é fruta fora da estação.
    Triste viver em um mundo onde é preciso ensinar os humanos a terem humanidade e onde é preciso catástrofes para que a solidariedade seja aguçada.
    É tempo de unir as forças em prol de melhorias e findar as dissipações de energias em quedas de braço por objetivos individualistas.

    ResponderExcluir
  2. Minha querida
    Lindo poema, onde as palavras, dizem da condição humana.
    muito bom.

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Um bom fim de semana para si também e continue a maravilhar-nos com os seus poemas.
    Bom dia!

    ResponderExcluir
  4. Olá Clecilene. Bom dia, é uma verdade tudo o que dizes aqui neste lindo poema.
    Vim agora do blog, da Majoli, e tive a ver o teu comentário, também eu fiquei assim quando quando sobe da partida dela, é uma pessoa muito querida, e entre nós havia uma grande amizade,
    que irá ficar, para sempre.

    um bom fim de semana,
    um beijinho,
    José.

    ResponderExcluir
  5. Belas falas! Deveriamos gastar mais tempo unindo forças ao invés de dividi-la.

    Quase não consigo deixar um comentário.

    Fernanda Soares - Belo horizonte

    ResponderExcluir
  6. Tem gente que nem sabe que a maior oportunidade esta nas suas mão que é a vida, viva é mais simple que imagina, paz.

    ResponderExcluir
  7. É amiga, essa é a realidade.Por isso temos que encontrar nosso próprio eixo. Quando alguém grita, já perdeu a razão. Quando pensa que ganhou,perdeu a oportunidade de dialogar e entender o que está havendo.Por isso temos dois ouvido e só uma boca.Amei seu texto. Amadurecer tem seu preço,mas,conhecer a si mesmo não tem. A paz não tem preço.Todos deveriam aprender com os elefantes e seus amorosos cuidadores.Uma lição inesquecível. Que são os animais afinal? Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  8. Oi loira linda, jamais te esqueci, passo por aqui todos os dias, muitas vezes não comento mas venho te ver. Vc é muito importante para nós.

    Beijão do Zé Carlos

    ResponderExcluir
  9. Olá Clecilene! Lindo e verdadeiro o teu poema. O homem só lembra do seu semelhante, quando as catástrofes acontecem.

    Amanhã, dia 28-02, estarei postando o prêmio Dardos que muito gentilmente me ofertaste. Muito obrigado de coração.

    Beijos e ótimo final de semana pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia!
    Uma semana de paz e luz prá voce.
    Agradecendo o carinho da sua visita

    Abraços M@ria

    ResponderExcluir
  11. Boa reflexão querida!
    As pessoas andam tão impacientes, que lhe custam até ler um texto tão coerente como esse!
    Pensar tem feito falta!
    Abraço e boa semana!

    ResponderExcluir
  12. Olá amiga!

    Selinho "PAZ NO MUNDO"

    BUSQUE-O AKI
    http://poesiaseternas2.blogspot.com/

    Apenas um carinho meu....Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde.
    O individualismo já marcou grandes tragédias.

    É só lembrar de Hitler, Idi Amin (Uganda), etc...

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir

Deixe aqui suas Falas da alma. Obrigada e volte sempre.

VOLTE SEMPRE

Leve-me com vc - Presente da Majoli

Loading...