ALMAS ESPECIAIS

Cadastre-se e receba novidades por email

Ocorreu um erro neste gadget

DIVULGUEM - Associação Mineira de Hipertensão Pulmonar

24 janeiro 2015

Ilha!

By Clecilene Carvalho


Meu grito ecoa em silencio... Tudo dói;
Minha pele parece pequena demais,
Minha alma quer fugir, esta sufocando.

Um rio se forma, desce as montanhas;
O gosto salgado da dor corta;
O mar de solidão esta formado.

Mergulho nas águas geladas;
A correnteza é forte demais;
Não tenho mais forças, sou levada.

Agora sou ilha...

2 comentários:

  1. Uma ilha que deu um belo poema.
    Como sempre muito bom.
    Bj.amiga.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  2. As vezes somos uma ilha amiga, em volta apenas os tubarões das desilusões e nem uma garrafa misteriosa.
    Gritos e acenos e nada para a solidão e o vazio.
    Aí só mesmo um mergulho profundo para emergir reposicionado e feliz.
    Abraços bela construção.
    Bju

    ResponderExcluir

Deixe aqui suas Falas da alma. Obrigada e volte sempre.

VOLTE SEMPRE

Leve-me com vc - Presente da Majoli

Loading...